Placa Solar – Como escolher?

Escolhendo a sua Placa Solar:

Antes de mais nada, os painéis fotovoltaicos são conhecidos no mercado como, Módulo Fotovoltaico, Painel Solar, Módulo Solar, Painel Fotovoltaico, Placa solar entre outros. Então, não estranhe se você encontrar essas derivações no mercado.

Existem muitas informações a respeito dos painéis fotovoltaicos na internet hoje, mas é muito importante saber os dados mais relevantes e para isso, vamos abordar abaixo os pontos primordiais para você que está buscando informações a respeito dos painéis fotovoltaicos que serão instalados em sua residência ou empresa.

Para facilitar este momento, criamos 5 passos simples que farão você perceber se está adquirindo um produto de qualidade.

Confira as melhores placas solares nesse post.

Fabricantes:

Com tantos fabricantes no mercado atualmente, fica difícil de entender quais são os melhores, não é mesmo?

Para isso, é importante conhecer quais são os maiores fabricantes em volume de produção, assim é possível ter mais confiança que esse fabricante estará vivo daqui a 25 anos, para assegurar a sua garantia.

Na lista abaixo mostra os maiores fabricantes no ano de 2019

Um dos principais pontos que gosto de olhar é o tamanho da empresa e se possui outras frentes de negócio.

Vamos ao exemplo da BYD: A Fabricante possui cerca de 240.000 colaboradores diretos, ou seja, uma empresa Gigantesca

Isso é muito importante pois a sua placa solar deve durar no mínimo 25 anos, portanto a empresa tem que estar funcionando até lá.

Outro ponto importante é se a empresa possui um suporte dedicado no Brasil, ou se o representante parceiro tem uma estrutura robusta para não ter problemas futuros.

Potência nominal:

A potência nominal nada mais é do que o potencial que a placa trabalha com maior eficiência e menor desgaste ou perdas.

Hoje, existe placa solar de 325W, 330W, 345W, 355W, 370W, 395W, 405W, 410W, 440W entre outros…

Nem sempre a placa solar mais potente é a melhor!

É necessário olhar o custo benefício para avaliar se vale a pena escolher o modelo de maior potência.

Os módulos de maior potencia são utilizados quando há uma limitação de espaço, pois irão produzir uma maior quantidade de kWh por m².

O que eu quero que você entenda é: Você está comprando um somatório de potência de todos os módulos fotovoltaicos.

Exemplo: Um sistema de 5,94 kWp pode ser composto por 18 módulos de 330W ou 15 módulos de 400W. A diferença será no preço do material.

Se a potência for a mesma, a produção será a mesma!

Vejo muitas empresas oferecendo placas solares mais potentes com o discurso que são melhores. ENGANAÇÃO…

O que na verdade acontece é o módulo solar ser maior em dimensão, portanto vai ter uma potência unitária maior.

Um exemplo seria um módulo de 400W com 2m² e um módulo de 420W com 2,1m²

Qual é o melhor?

Os dois são iguais em questão de eficiência, não oferecendo nenhum beneficio em utilizar o módulo de 420W.

Garantias dos painéis fotovoltaicos:

É comum no mercado fotovoltaico, as garantias de 25 anos.

É importante saber que essa garantia de 25 antes, está atrelada a potência mínima de 80% ao longo desse tempo.

Ou seja, o fabricante garante que ano 25 o painel solar terá 80% da eficiência dele.

Geralmente, os painéis possuem uma garantia de 10 anos, contra defeitos de fabricação.

Algumas perguntas que devem ser feitas antes de adquirir os painéis são:

Quais são os procedimentos para troca?

Quem irá me atender caso tenha algum problema?

Tenho garantia que o sistema continuará funcionando no tempo de troca, caso haja algum problema nos painéis fotovoltaicos?

Qualidade de Acabamento:

Os módulos fotovoltaicos são os equipamentos mais expostos aos intempéries, portanto a sua qualidade de acabamento tem que ser de altíssimo nível.

Alguns pontos que devem ser olhados são:

  • Qualidade dos Conectores MC4
  • Cabos com isolamento UV
  • Molduras em alumínio anodizado ou similar

Alguns fabricantes, possuem painéis com moldura colada, o que não é algo interessante. O mais aconselhável é adquirir painéis soldados ou então parafusados.

Coeficiente de temperatura:

Este valor, que geralmente está expresso em %.

Quanto menor a temperatura, para o sistema como um todo, melhor, mas ao mesmo tempo quanto mais sol, mais energia você vai gerar.

Se o percentual de coeficiente de temperatura for muito alto, em dias com temperaturas elevadas, o desempenho do sistema cai.

Um coeficiente aceitável está entre 0,4% e 0,5%. Acima de 0,6% já é alarmante, e abaixo de 0,3% é um ótimo sinal para os painéis fotovoltaicos.

Extra: Modelos de Placa Solar

  • Módulos Policristalinos
  • Módulos Monocristalinos
  • Técnologia Half-cell
  • Módulos Bi-faciais
  • Painel de filme fino

No Brasil o modelo mais utilizado é a placa solar policristalina, devido ao seu custo benefício ser melhor hoje.

Já as tecnologias Half-cell quer dizer que os condutores internos são divididos, gerando metade da corrente de uma célula padrão, isso reduz perdas na interligação dos módulos.

A tecnologia Bi-facial, é utilizada exclusivamente em usinas de solo, essa placa solar possui células fotovoltaicas dos dois lados, sendo assim, a luz que é refletida pelo solo também gera energia.

Com essas informações em mãos, você está pronto para dar um grande passo na escolha do sistema ideal para você. SIMULE AQUI

Considerações finais

Antes de fechar o seu sistema de energia solar tenha em mente os seguintes pontos:

  • Você está comprando uma potência nominal, e não número de módulos.
  • Não há necessidade de escolher um painel mais potente se você não possui restrições de espaço. (Isso só irá deixar o seu projeto mais caro sem necessidade)
  • Prefira grandes fabricantes, para que consigam assegurar a sua garantia.
  • Escute quem trabalha no setor, ele provavelmente sabe o que é melhor para você.

Quer trabalhar no setor de energia solar?

Conheça o curso da Academia do Sol!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Assine e receba as novidades por email!

Não perca tempo,

Faça uma
simulação!

Descubra tudo sobre o seu sistema

  • Preço do Sistema
  • Quantidade de Módulos
  • Economia Gerada
  • Parcela do Financiamento
  • E Muito Mais!